CRISMA PARA ADULTOS

Quem tiver mais de 18 anos e ainda não recebeu o Sacramento do Crisma,

pode-se inscrever no Cartório Paroquial da Benedita

e participar nos encontros.


 VOLUNTÁRIOS PARA A JMJ2023

Para a preparação da JMJ Lisboa 2023 gostaríamos de alargar a nossa rede de volutários. Necessita-se de: 

 Tradutores/intérpretes nas línguas oficiais JMJ: inglês, espanhol, italiano e francês.-

 Programação e informática

– Web design

– Gerador de Conteúdos

– Designers

– Vídeografos

– Experiência com produção de conteúdos, nomeadamente reels, stories e lives e/ou copywriting,

  Com esse intuito, quem desejar colaborar pode preencher o formulário com e colaborar connosco no setor de traduções.
Caso haja interesse, na área da comunicação, podem também entrar em contacto connosco por meio do e-mail: comunicacao@lisboa2023.org  

Gabinete de Comunicação

Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023

World Youth Day Lisbon 2023
Mosteiro de São Vicente de Fora,
Campo de Santa Clara
1100-472 – Lisboa

www.lisboa2023.org   |  facebook   |   instagram  |   youtube  |   Twitter

 


Excertos da catequese do Papa Francisco sobre o sacramento do Crisma

   Chama-se “Confirmação” porque confirma o Batismo, fortalecendo a sua graça assim como a “Crisma”, porque recebemos o Espírito mediante a unção com o “crisma” — óleo misturado com o perfume consagrado pelo Bispo — termo que remete para “Cristo” o Ungido de Espírito Santo.

   O primeiro passo é renascer para a vida divina no Batismo; em seguida, é preciso comportar-se como filho de Deus, ou seja, conformar-se com Cristo que age na santa Igreja, deixando-se engajar na sua missão no mundo. Para isto provê a unção do Espírito Santo: sem a sua força, nada existe no homem, nada podemos fazer: é o Espírito que nos dá a força para ir em frente. Do mesmo modo que toda a vida de Jesus foi animada pelo Espírito, assim também a vida da Igreja e de cada um dos seus membros está sob a guia do mesmo Espírito.

   Se o Espírito age em cada sacramento, é de modo especial na Confirmação que os fiéis recebem como Dom o Espírito Santo, a grande dádiva de Deus. E no momento de fazer a unção, o Bispo pronuncia estas palavras: “Recebe o Espírito Santo, que te foi concedido como dom”. E todos nós temos o Espírito dentro, no nosso coração, na nossa alma. E o Espírito guia-nos na vida, a fim de que nos tornemos bom sal e boa luz para os homens; consagra-nos suas testemunhas, partícipes do mesmo princípio de vida e de missão, segundo o desígnio do Pai celeste. O testemunho prestado pelos confirmados manifesta a receção do Espírito Santo e a docilidade à sua inspiração criativa. Pergunto-me: como se vê que recebemos o Dom do Espírito? Se cumprirmos as obras do Espírito, se proferirmos palavras ensinadas pelo Espírito. O testemunho cristão consiste em fazer unicamente e tudo aquilo que o Espírito de Cristo nos pede, concedendo-nos a força para o realizar.

   A Confirmação ou Crisma está em íntima ligação com toda a iniciação cristã. Antes de receber a unção espiritual que confirma e fortalece a graça do Batismo, os crismandos são chamados a renovar as promessas feitas um dia pelos pais e padrinhos. Agora são eles mesmos que professam a fé da Igreja, prontos para responder «creio» às perguntas dirigidas pelo Bispo; em particular, prontos para acreditar «no Espírito Santo, que é Senhor e dá a vida, e que hoje, mediante o sacramento da Confirmação, é conferido [a eles] de modo especial, assim como o foi aos Apóstolos no dia de Pentecostes» (Rito da Confirmação, n. 26).

   Dado que a vinda do Espírito Santo exige corações recolhidos em oração, após a oração silenciosa da comunidade, o Bispo, impondo as mãos sobre os crismandos, suplica a Deus que lhes infunda o Santo Espírito Paráclito. Um só é o Espírito, ao descer sobre nós traz consigo uma riqueza de dons: sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, ciência, piedade e santo temor (cf. Rito da Confirmação, nn. 28-29). São Paulo descreve o fruto abundante do Espírito, que é «caridade, alegria, paz, magnanimidade, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e temperança». O único Espírito distribui os múltiplos dons que enriquecem a única Igreja: é o Autor da diversidade mas, ao mesmo tempo, o Criador da unidade. Assim o Espírito oferece todas estas riquezas, que são diversas mas, ao mesmo tempo, cria a harmonia, ou seja, a unidade de todas estas riquezas espirituais que nós cristãos temos.

   Segundo a tradição atestada pelos Apóstolos, o Espírito é comunicado através da imposição das mãos e de uma unção de óleo perfumado. O óleo – o crisma – é substância terapêutica e cosmética que, entrando nos tecidos do corpo, cura as ferias e perfuma os membros;  recebendo na testa o sinal da cruz com o óleo perfumado, o confirmado recebe uma marca espiritual indelével, o “caráter”, que o configura mais perfeitamente com Cristo, concedendo-lhe a graça de difundir entre os homens o “bom perfume” . Santo Ambrósio diz: “Recorda que recebeste o selo espiritual […] e conserva aquilo que recebeste. Deus Pai marcou-te, Cristo Senhor confirmou-te e colocou no teu coração o penhor do Espírito» .

   O Espírito é um dom imerecido, que deve ser recebido com gratidão, criando espaço para a sua criatividade inexaurível.  O dom do Espírito Santo leva os crismandos a tornarem-se, uma dádiva para os outros. Aquele dom entra em nós e frutifica, para que nós o possamos transmitir aos demais. Receber sempre para oferecer: nunca receber e conservar as coisas dentro, como se a alma fosse um armazém. Recebemos as graças de Deus para as dar aos outros. Esta é a vida do cristão. Portanto, é próprio do Espírito Santo descentrar-nos do nosso eu, abrindo-nos ao “nós” da comunidade. Nós não estamos no centro: somos um instrumento daquela dádiva para os outros.

   A Confirmação vincula à Igreja universal espalhada pela terra inteira, mas compromete ativamente os crismandos na vida da Igreja particular à qual pertencem, tendo como cabeça o Bispo, que é o sucessor dos Apóstolos.

   A Confirmação só se recebe uma vez, mas o dinamismo espiritual suscitado pela santa unção persevera no tempo. Nunca cessaremos de cumprir o mandato de propagar em toda a parte o bom perfume de uma vida santa, inspirada pela fascinante simplicidade do Evangelho.

   Ninguém recebe a Confirmação somente para si mesmo, mas para cooperar no crescimento espiritual dos outros. Só assim, abrindo-nos e saindo de nós mesmos para ir ao encontro dos irmãos, podemos realmente crescer e não apenas iludir-nos que o fazemos. Devemos transmitir à comunidade o dom do Espírito.

Exorto os crismados a não “enjaular” o Espírito Santo, a não opor resistência ao Vento que sopra para os impelir a caminhar na liberdade, e não sufocar o Fogo ardente da caridade, que leva a consumir a vida por Deus e pelos irmãos.

   Que o Espírito Santo conceda a todos nós a coragem apostólica de comunicar o Evangelho, com obras e palavras, a quantos encontrarmos no nosso caminho.


Peregrinação 2022 : Croácia, Eslovénia e Medjugorje

Na rota do Património Mundial da Unesco e visita ao Santuário de Colina das Aparições de Medjugorje – de 25 a 31 de Agosto de 2022.

A nossa Paróquia vai organizar uma peregrinação à Croácia, Eslovénia e Medjugorje juntamente com as Paróquias de Turquel e Évora de Alcobaça.

Para mais informações e inscrições podem contactar o cartório paroquial. As inscrições são limitadas e são até 25 de Maio de 2022.

NOTA: Quem estava inscrito em 2020 e ainda tem o voucher do sinal, se quiser pode usa-lo para esta peregrinação. Quem pretende o reembolso do voucher, deve contactar e agencia a partir de 1 de janeiro. Para mais informações, pode contactar o cartório.